Notícias

Wagner Rosário é anunciado como ministro da Controladoria-Geral da União no governo Bolsonaro

20/11/2018

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Em uma publicação no Twitter, nesta terça-feira (20), Jair Bolsonaro anunciou mais um integrante do seu time de ministros: Wagner de Campos Rosário assumirá o Ministério da Controladoria-Geral da União (CGU) no próximo governo. 

Rosário é o atual ministro da Transparência da CGU e continuará no cargo. Até agora, ele é o único ministro do governo de Michel Temer que será mantido na gestão de Bolsonaro.

A CGU é o órgão que responde por ações de controle interno do governo, para prevenir e combater a corrupção. Além disso, o ministério também busca incentivar a transparência na gestão e defender o patrimônio público. 

Conheça o novo ministro da Controladoria-Geral da União

Wagner Rosário é auditor Federal de Finanças e Controle desde 2009 e também já trabalhou como oficial do Exército. É graduado em Ciências Militares pela Academia das Agulhas Negras (Aman) e mestre em Combate à Corrupção e Estado de Direito pela Universidade de Salamanca, na Espanha.

No órgão de controle interno do Governo Federal, trabalhou também na área de Operações Especiais, responsável por investigações conjuntas de combate à corrupção, em articulação com a Polícia Federal, ministérios públicos (Federal e Estadual) e demais órgãos de defesa do Estado.

Conforme informa o site da CGU, um dos trabalhos acadêmicos escritos por Rosário foi a tese "O papel do controle interno na luta contra a corrupção, com ênfase na investigação conjunta desenvolvida no Brasil e na Espanha", publicada em 2016.

No site da CGU está registrado, ainda, que ele foi o primeiro servidor de carreira a assumir o cargo de secretário-executivo e de ministro da pasta. Durante o governo Temer, ele atuou como substituto entre junho de 2017 e junho de 2018, quando foi efetivado na função de ministro pelo atual presidente da República.