Notícias

Conheça os primeiros ministros confirmados por Bolsonaro

01/11/2018

Um dos nomes mais esperados para compor o próximo governo foi anunciado nesta quinta-feira, 1º de novembro: o juiz Sergio Moro assumirá o Ministério da Justiça e Segurança Pública. 

“O juiz federal Sergio Moro aceitou nosso convite para o Ministério da Justiça e Segurança Pública. Sua agenda anticorrupção, anticrime organizado, bem como respeito à Constituição e às leis será o nosso norte!”, noticiou Bolsonaro em suas redes sociais. 

Com Moro, sobe para cinco o número de ministros confirmados para o próximo governo. Bolsonaro já havia anunciado o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS), para a Casa Civil, o economista Paulo Guedes, para o Ministério da Economia, o general Augusto Heleno (PRP), para o Ministério da Defesa, e o astronauta Marcos Pontes, para o Ministério da Ciência e Tecnologia.

CONFIRA UM BREVE CURRÍCULO DOS MINISTROS JÁ ANUNCIADOS

Quem é Onyx Lorenzoni, futuro ministro da Casa Civil?


Onyx Lorenzoni foi duas vezes deputado estadual no Rio Grande do Sul e foi eleito para seu 5° mandato como Deputado Federal. Menos impostos, direito à legítima defesa, segurança pública e combate à corrupção são suas principais bandeiras.

Reconhecido como um dos mais combativos parlamentares, Onyx participou de momentos históricos do país, como a CPMI dos Correios, que revelou o esquema do Mensalão, e a CPI da Petrobras, e teve atuação destacada na relatoria do projeto das Medidas Contra a Corrupção e Enriquecimento Ilícito, baseado nas 10 medidas do Ministério Público Federal.

Quem é General Heleno, futuro Ministro da Defesa?

Augusto Heleno Ribeiro Pereira é general da reserva do Exército Brasileiro. Além de ter sido comandante militar da Amazônia, foi adido militar da Embaixada do Brasil em Paris e primeiro comandante militar da Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti (MINUSTAH), quando comandou mais de 6 mil militares “capacetes azuis” de 13 países, além de oficiais de Estado-Maior de outras 23 nações.

Quem é Paulo Guedes, futuro Ministro da Economia?

O economista Paulo Guedes, escolhido por Bolsonaro para chefiar o Ministério da Economia, se graduou na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e fez seu mestrado na Universidade de Chicago, considerada referência do pensamento econômico liberal. Foi lá também que recebeu seu Ph.D.

Além de ter fundado o Banco Pactual, o grupo BR Investimentos e o Instituto Millenium, foi professor de Macroeconomia na PUC-RJ, na Fundação Getúlio Vargas (FGV) e no Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), e fundou o primeiro curso de MBA em finanças do país quando foi sócio majoritário do Ibmec.

Quem é Marcos Pontes, futuro ministro de Ciência e Tecnologia?

Reconhecido nacionalmente por ser o primeiro astronauta brasileiro a ir ao espaço, o tenente coronel Marcos Pontes tem um extenso currículo acadêmico e profissional. Veja alguns destaques:
 
- Ingressou na Força Aérea em 1981
- Em 1989, cursou Aeronáutica no Instituto de Tecnologia da Aeronáutica (ITA)
- Em 1996, entrou no mestrado da Naval Postgraduate School em Monterey, na Califórnia
- Em 1998, passou no concurso público para a vaga do Brasil no programa especial da Nasa
- Em 2006, se tornou o primeiro brasileiro a ir ao espaço.

Quem é Sergio Moro, futuro ministro da Justiça e da Segurança Pública?

Sérgio Moro, atualmente, é juiz federal da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba, no Paraná - especializada em crimes financeiros, de lavagem de dinheiro e praticados por grupos criminosos organizados. O magistrado ganhou destaque nacional por sua atuação na maior operação anticorrupção da história do Brasil, a Lava Jato, mas também atuou no caso do Banestado e no Mensalão. 

Moro se formou em Direito na Universidade Estadual de Maringá (UEM) e obteve os títulos de Mestre e Doutor na Universidade Federal do Paraná - UFPR, onde  lecionou na disciplina Direito Processual Penal. 

Em seu currículo, Moro tem, ainda, livros e artigos especializados na área jurídica, além de um curso de “Program of Instruction for Lawyers”, na Escola de Direito de Harvard, e o título de Doctor of Laws, honoris causa, pela University of Notre Dame du Lac, South Bend, Indiana.

Com uma longa e respeitada carreira, apenas no âmbito da Lava Jato, Moro sentenciou mais de 46 processos, condenando 140 pessoas por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, e o deputado cassado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, do MDB, estão entre os políticos condenados.